O que é a tal da responsabilidade afetiva?

É muito importante explicar esse termo que ficou tão em alta nos últimos tempos. A responsabilidade afetiva está relacionada às nossas relações, na prática, responsabilidade afetiva é refletir sobre os seus sentimentos e ser honesto com si mesmo e com o outro. Sim, a responsabilidade afetiva também diz respeito a compreensão e estabelecimento dos próprios limites.

Essa nomenclatura rebuscada significa agir com empatia e transparência. Ficar de olho nos seguintes pontos e colocá-los em prática, pode ajudar a exercer a responsabilidade afetiva em nossas relações:

Alinhamento de expectativas

Mas, e se as expectativas forem diferentes?

Seja sincero com si mesmo (a). Ainda valerá a pena para você estar nessa relação? Analise seus afetos e tome a decisão que for melhor para si!

Após os acordos definidos, a responsabilidade afetiva acontece na prática

É preciso comprometimento e empatia, para que a confiança e os laços sejam mantidos. As pessoas mudam, as afinidades e os objetivos também, e esses acordos podem ser modificados e até mesmo rompidos, mas a comunicação é fundamental, e deve estar presente em todas as fases! Isso é ter responsabilidade afetiva, tratar o outro e a si mesmo com respeito e sinceridade. Assim temos realização emocional, menos culpa e frustrações.

Você tem dificuldade em entender os seus sentimentos e limites? Conte com a terapia, ela é uma ferramenta valiosa para a responsabilidade afetiva, pois auxilia no mergulho e compreensão de si mesmo. Isso refletirá na comunicação dos seus desejos, resultando em relacionamentos mais saudáveis – sejam eles românticos ou não. Estou à disposição!

Tags:

Deixe uma resposta

Abir Chat